PAINEL / CONGRESSO

Servidores participam do 4º Congresso da CSP-Conlutas

Participantes definiram que o único meio de enfrentar os ataques dos governos e dos patrões é a unidade de classe.

04/10/2019
Sindsalem

O SINDSALEM enviou representantes para o 4º Congresso Nacional da CSP-Conlutas, que está sendo realizado de 3 a 6 de outubro, em Vinhedo (SP).

Na ocasião, os participantes discutiram a conjuntura nacional e internacional, definindo – por unanimidade – que o único meio de enfrentar os ataques dos governos e dos patrões é a unidade de toda a classe trabalhadora, incluindo funcionários públicos, celetistas, desempregados e todos aqueles que lutam por terra, moradia e contra qualquer opressão.

No âmbito nacional, os trabalhadores debateram formas de combater a precarização do serviço público, a privatização da educação pública, o desemprego, além dos ataques do Governo Federal aos direitos trabalhistas e previdenciários. Para os debatedores, o corte de direitos visa, unicamente, à manutenção dos lucros dos grandes empresários à custa da exploração e da miséria da população, o que precisa ser duramente combatido.

Uma das medidas mais criticadas durante o Congresso foi a Reforma da Previdência proposta pelo presidente Bolsonaro, que acabará com o sonho da aposentadoria pública, obrigando o brasileiro a trabalhar até morrer. Outro ponto muito repudiado foi o programa “Future-se”, por meio do qual o Governo Federal quer repassar para o setor privado a responsabilidade do Estado pelo financiamento da educação pública superior, a fim de obter o controle sobre a produção de conhecimento no país.

Já no âmbito internacional, foi ressaltada, ainda, a importância de se apoiar, também, a luta dos trabalhadores de outros países, que têm sofrido ataques semelhantes na Argentina, na Nicarágua, na França e em outras localidades, como em Hong Kong.

Para o representante do SINDSALEM, Luiz Noleto, o Congresso da CSP-Conlutas está sendo de suma importância para entender o cenário nacional e mundial de exploração dos trabalhadores.

“A participação do nosso Sindicato nesse evento mostra como somos importantes na construção dessa unidade de classe, que não visa à volta de governos anteriores, mas a busca por uma alternativa, que atenda às reivindicações específicas de nossa categoria, mas – sobretudo – garanta direitos e novas conquistas para os demais brasileiros, acabando com essa exploração patronal, que é apoiada pelo atual governo. Precisamos lutar por nós, mas também pelos outros” – afirmou Noleto.

Por sua vez, os servidores Raimundo Fonseca e Joana Martins sugeriram a convocação de uma Assembleia Geral pelo SINDSALEM para que sejam repassadas as informações obtidas durante o Congresso. “Sem dúvida, esses infomes fortalecerão a luta dos trabalhadores e, também, dos funcionários da ALEMA” – avaliaram.

Nos próximos dias, os participantes do Congresso voltarão a se reunir com o objetivo de definir encaminhamentos, como a construção de um Encontro Nacional de Lutadores, que visa intensificar a mobilização contra os ataques do Governo Bolsonaro ao povo brasileiro. 

Últimas notícias

Veja todasveja todas

Pesquisa

SERVIDOR

Sindicalize-seConvênios

PUBLICAÇÕES

JORNAL SINDSALEM

NOV/2019

Jornal Sindsalem - Ano 5 - Nº 24
SINDSALEM

Sindsalem @ . Todos os direitos reservados.
Av. Luís Eduardo Magalhães, 500, Loja 16, Centro Comercial Pátio Calhau.
São Luís–MA • CEP 65071-750 • Fone: (98) 99969-8710 • E-mail: sindsalemma@gmail.com.